terça-feira, 19 de junho de 2018

Evolução dos seres vivos

Turma 8º ano B
 Professora Magda
Data: 19 de junho  

Hoje, dia 19 de junho a turma do 8º ano B esteve na UCS, dentro do projeto Museu de Ciências Naturais vai à Escola, os estudantes conheceram o Museu de Ciências Naturais e o Aquarium, depois tiveram uma atividade que gostaram muito, abaixo o relato do biólogo Fábio Moura da Costa que os orientou.
“Nada em biologia faz sentido exceto à luz da evolução”, assim disse o biólogo Dobzhansky em seu artigo de 1964, sobre a importância da teoria evolutiva no entendimento das ciências naturais.

Hoje, com o auxílio da Coleção Didática de Zoologia do Museu de Ciências Naturais da Universidade de Caxias do Sul, foi feita uma oficina sobre conceitos evolutivos e da seleção natural. Observamos os diferentes animais, suas classificações e conversamos sobre suas adaptações para que sobrevivam em seus habitats.

Foram trabalhados os conceitos de variabilidade de características dentro dos grupos animais, o meio ambiente e a disputa por recursos como mecanismos essenciais na evolução, e principalmente, desmistificar a teoria evolutiva como uma “escada”, com seres mais evoluídos e menos evoluídos, que precisam “mudar seus corpos” para alcançar um objetivo.

A atividade foi para mostrar que todos os seres vivos estão no topo de sua evolução! Dentro da teoria evolutiva, todos os seres vivos são um capítulo vivo de uma história que acontece há milhares de anos e ainda continuará enquanto existir vida.

No fim, para fechar de forma divertida a oficina, a turma foi convidada para lanchar alguns petiscos, até o momento em que a comida terminou e os estudantes foram divididos em três grupos. Cada grupo foi levado a uma sala onde teve que passar por provas e usar a criatividade para conseguir novos lanches. Ao final destas provas, foi explicado que cada grupo passou por um processo parecido com a especiação, onde com a mudança de recursos e do ambiente, novas características são colocadas a prova, onde alguns conseguiram alcançar o objetivo enquanto outros não, passando assim pelo processo de seleção natural!

Biólogo Fábio Moura" 
Bacharel em Ciências Biológicas, UFSM.
Museu de Ciências Naturais de Caxias do Sul, MUC

Confira algumas fotos:



Roteiro Caminhos do Lixo

Turmas: 6 ano B
Professora: Vera Medeiros.

Data: Dia 19 junho de 2018.


Nesta manhã de terça-feira o 6º ano B realizou o passeio de estudo Roteiro Caminhos do Lixo.



Os estudantes conheceram a  sede da empresa Codeca, toda arborizada, com vários espaços verdes, com instrumentos de academia num parque para os funcionários. 
A guia Karen, estagiária de Comunicação explicou todo o trajeto dos caminhos do lixo na nossa cidade. 
Na sede da Codeca há vários espaços, CTG,  parte administrativa, oficina e chapeação própria para a frota,  almoxarifado, área da manutenção dos contêineres.
 Posto de Combustível para a frota


A sede é bem arborizada, com instrumentos de academia para os funcionários

Os contêineres sofrem muito vandalismo, Karen salientou o que muitos são incendiados, principalmente os amarelos, que são infláveis, muitas vezes uma bituca de cigarro jogada dentro do seletivo causa incêndio causando prejuízos.
Oficina para concerto dos contêineres


Na entrada há um  Ecoponto, criado em 2012, onde pode-se deixar móveis, utensílios e outros objetos para reuso. Muitas pessoas ficam na fila de espera que chegue alguma geladeira, fogão ou outro móvel, então, se você tiver algo assim que não usa, doe para o ecoponto. 
Fomos visitar uma Associação de Recicladores, próxima à Escola Estadual Victorio Webber, no bairro Serrano. Nessa recicladora, os associados trabalham selecionando os materiais que vão ser vendidos como matéria prima para industrias que o utilizam, como  metal, papel, vidro e plástico. A renda é dividida entre os associados. 







O associado Sr. Veronez contou que acidentou-se com um vidro quebrado recentemente, por isso a importância de embalar bem vidros quebrados. Seu Veronez também alertou para o recolhimento do óleo de cozinha em garrafas pet, muitas vezes a garrafa não está bem fechada e vaza óleo, contaminando tudo. 
 Karen explica sobre o óleo de cozinha
 Seu Veronez explicando aos estudantes sobre os cuidados com o lixo


Os alunos fizeram muitas perguntas para a guia Karen, como a quantia de lixo recolhido diariamente, são cerca de  90 toneladas de lixo seletivo e 140 de lixo orgânico. 

  Aterro Sanitário São Giácomo

Continuamos o passeio de estudos até o antigo Aterro Sanitário São Giácomo, que foi fechado em 2010. Hoje é uma área ainda sendo cuidada, apesar de gramada, o solo está cedendo, devido ao lixo abaixo da terra. Acredita-se quem em 20 anos poderá ser uma área de lazer, mas não poderá ter construções em cima. O gás metano ainda sai, sendo necessário sua queima diária.  Hoje o local é chamado de estação de transbordo,pois os  caminhões que recolhem o lixo da cidade, o descarregam ali para carretas maiores que o levam para o aterro de Rincão das Flores. Essas carretas maiores podem carregar até 25 toneladas de lixo, segundo Karen são 4 carretas por dia que vão para o novo aterro. 


o gás metano precisa ser queimado, pois a tecnologia para sua coleta e uso ainda não é viável


área onde os caminhões depositam o lixo da cidade 


guia Karen e a turma do sexto ano

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Roteiro Caminhos do Lixo

Turmas: 6 ano A e Acelerada
Professoras  Eliane Baldissera e Vera Medeiros.

Data: Dia 18 junho de 2018.
Na manhã desta segunda-feira o 6º ano A e a TA, fizeram o passeio de estudo Caminhos do Lixo. Fomos recebidos na sede da empresa Codeca pela guia, estagiária de Comunicação,  Karen Boldrin. No espaço da Codeca conhecemos a parte administrativa, CTG, frota, oficina, administrativo da capina, almoxarifado, chapeação, área da manutenção dos contêineres, lavagem dos containers e o Ecoponto, na entrada.
Karen explicou sobre o  sobre o descarte correto dos resíduos orgânicos e seletivos,  conscientizando sobre práticas responsáveis quando ao lixo, colocar no container correto, amarelo é do reciclado e verde do orgânico. "Ainda hoje as pessoas erram o container, colocando orgânicos no seletivo e vice-versa."
O recolhimento do lixo seletivo iniciou na nossa cidade em 1991.  Em 2007 foi implantado a coleta automatizada do lixo orgânico, com 500 contêineres no centro, e após mais 500 para coleta do lixo seletivo, na cor amarela.
Os resíduos orgânicos são encaminhados para o aterro sanitário do município - CTR Rincão das Flores e os resíduos seletivos são entregues nas associações de recicladores do município.
Vandalismo 
Karen alertou sobre os cuidados com o patrimônio público, pois muitos contêineres são danificados o que causa transtorno e prejuízo ao município.
Varreção
Segundo Karen a varreção da cidade é  realizado por equipes  composta por cerca de 18 varredores, essas pessoas trabalham de segunda-feira à sábado, deixando nossa cidade  mais limpa.
Ecoponto:
O  ecoponto, existe desde 2012, na entrada da sede da Codeca. Ali as pessoas trazem objetos como móveis, eletroeletrônicos, sofás, armários, cadeiras, camas, colchões, equipamentos de telefonia etc.. que estejam em bom estado para doação, e famílias que querem reutilizar podem levá-los. Segundo Karen há lista de espera principalmente para móveis usados, esperando que sejam doados ao Ecoponto. O lado positivo desta iniciativa é o correto descarte, pois antes disso esses objetos eram jogados em terrenos baldios poluindo o ambiente.

Visita a Associação de Recicladores














Associação de Recicladores:
Há 13 associações de Recicladores na nossa cidade,  com cerca de 360 associados, a renda depende  do volume de negócios  e fica com as próprias associações e seus associados.   Na associação eles fazem a triagem dos resíduos seletivos, como: metal, papel, vidro e plástico. O material  é separado, classificado e pesado para ser vendido como matéria-prima às indústrias que o utilizam. Karen explicou que são recolhidos cerca de 90 toneladas de lixo seletivo diariamente. Conhecemos a reciclado do bairro Serrano, considerada a mais bem equipada da região. La vimos o pessoal separando o lixo nas esteiras. Infelizmente muita gente coloca lixo orgânico no container do seletivo, dando mais trabalho, pois deve ser separado e reenviado ao aterro. Por isso a importância do descarte no contêiner certo.
Cuidados com vidros e seringas:
 Karen salientou os cuidados que devemos ter com vidros quebrados e seringas, causadores de acidentes com os coletores de lixo. Seringas devem ser entregue em locais de coleta ou com agulha em rolha para não causar nenhum acidente e vidros quebrados devem ser bem protegidos em caixas para não causarem acidentes.

 Óleo de cozinha: O óleo de cozinha na natureza causa muito estrago, pois é muito poluente, por isso deve ser colocado em garrafas pet no seletivo, que depois será colocado em tonéis e enviado para a fabricação do biodiesel.
 Pilhas devem ser entregue em postos de coleta, não devem ser descartadas em lixo comum.

Nosso último destino foi o Aterro Cidade Nova, desativado há mais de 7 anos,
ali também é a estação de transbordo, onde caminhões maiores são carregados com o lixo para o aterro de Rincão das Flores.  São cerca de 120  toneladas de lixo orgânico que é destinado ao aterro de Rincão das Flores. Neste aterro antigo o solo, todo coberto com grama, ainda cede e o gás metano é queimado diariamente.














 Em 2016 e 2017 Caxias foi considerada a cidade mais limpa do RS e a 5º do Brasil. Maringá, Niterói, Santos e Rio de Janeiro estão a nossa frente.

Site da Codeca:

http://www.codeca.com.br/index.php

Evolução dos seres vivos

Turma 8º ano B  Professora Magda Data: 19 de junho    Hoje, dia 19 de junho a turma do 8º ano B esteve na UCS, dentro do projeto Muse...